2009-07-06

Felicidade

O que ela estava fugindo de verdade, era da felicidade.
Daquele sentimento bobo que a perseguia toda vez que ela se esbarrava em outra coisa
Que a perseguia toda vez que saía de casa e via o sol depois de várias semanas de nublado
Que estava lhe esperando atrás daquele canteiro cheio de margaridas no qual ela parava para admirar antes de ir para o trabalho.

Ela na verdade estava fugindo de todos aqueles doces que tiravam a amargura de sua alma
De ficar olhando as estrelas na gelada noite de junho
E de reparar o quanto pode ser divertido ficar a tarde inteira sem fazer nada, apenas na presença daquilo.

O que fazia ela não ter descanso, mesmo em seus sonhos, era ter que reviver todos os momentos felizes que ela nunca aproveitou de verdade por estar se queixando do tempo, da condição financeira ou da falta de algum lugar bom para relaxar

O que ninguém parecia entender direito, era que nenhum lugar era preciso, quando você quisesse apenas admirar a companhia alheia

O que ela fugia era daquele sentimento bobo que lhe acometia quando voltava ao seu quarto e se via sozinha de novo
Porque não importava quantas pessoas ela conhecesse, ninguém ficaria até de madrugada contando uma bela história para ela pegar no sono
E ninguém lhe acordaria com um sorriso no rosto e lhe desejaria que tenha um bom dia.


Como ela iria conhecer a tristeza se não soubesse o que é a felicidade?
É disso que ela foge

A felicidade é apenas a falta de tristeza

2009-06-23

Vermelho, azul, amarelo ou preto?

Vermelho, azul, amarelo ou preto?
Da aonde todas aquelas pessoas tiram força para continuar seguindo em frente?
O que faz elas levantarem a cabeça após terem caído de cara no chão?

Outono, verão, inverno ou primavera?
Porque eles são felizes hoje mesmo sabendo que tudo um dia vai acabar?
Como conseguem dizer palavras falsas como "eu te amo" sabendo que um dia nunca mais irão olhar um pra o outro?

Depois de reunir o resto da força que restava no seu corpo anêmico, aquelacoisa se levantou e partiu para uma nova jornada.
Jornada esta que a levaria pra um lugar não tão belo como os sonhos que a assombravam todas as noites, mas para um lugar aonde todos os seus desejos não serão concedidos e aonde ninguém estará te esperando.

Fragmentos de um texto que nem ao menos estava escrito
Fragmentos de uma memória que nem ao menos foi vivida
Esta era a única coisa que movia algo dentro do seu coração congelado

Há 3 anos atrás ela tinha feito uma promessa
Uma promessa de nunca ser feliz
Porquê felicidade era algo que ela não merecia

Vermelho, azul, amarelo ou preto?
Se eu cortar aqui qual vai ser a cor que vai sair?
Qual seria a cor da minha voz quando já estivesse afogado em desespero?

Insonia

E faria alguma diferença a hora que acordasse?
Se os mesmos sonhos que te atormentavam desde a tua infância resolvessem voltar pra cobrar a dívida?

Aparentemente dormir era o último lugar aonde podia encontrar descanso
Em todos os malditos sonhos ela continua aparecendo
Apenas sorrindo ao teu lado dizendo o quão fodido você estava
E o quanto miserável era a tua vida aonde nada era feito para mudar.

A mudança que veio naquela noite gelada foi transformada em força para seguir em frente por uma estrada tortuosa
Aonde o vento mexia em seus cabelos, e as lagrimas caiam pela terra árida, vc ficaria feliz em não ter mais o que se preocupar
Porque ela estava ali ao seu lado
Sorrindo

"Você está totalmente fodido"

Mas nada disso realmente importava.
Porque era mais um maldito sonho
O sonho que nunca teria fim

2009-03-30

Rolândia

Caramba, como falam pouco de Rolândia - PR. Direto cai gente aqui pesquisando sobre a cidade. Tudo por causa de um post bobo sobre 1º de Abril. Alias, é bom se prepararem e começarem a ignorar os blogs nesse dia pra evitar se tornar mais um pato.

Engraçado que também caí bastante gente aqui procurando como gravar arquivos .img no linux. Céus, em mais de 1 ano continua difícil assim? Minha dica continua sendo a mesma, use o ImgBurn que roda perfeitamente no wine.

2009-02-22

Deixada para trás

"Por quê o tempo é tão cruel?
Por quê as pessoas querem tanto se tornarem adultas?"

Aquelacoisa tinha medo de ser deixada para trás
Enquanto todos à sua volta avançavam
ela continuava no mesmo lugar que sempre esteve.

Todas as pessoas dizem "Adeus" com um sorriso no rosto
Mas quantas despedidas ela poderá aguentar?

Aquelacoisa ficava atrás apenas assistindo
Enquanto todos à sua volta desapareciam
ela continuava a enlouquecer diante da sua insignificância.

Prestes a explodir enquanto esperava que alguém lhe falasse palavras de conforto
Decidiu que nada mais fazia sentido em evitar o inevitável
Inevitável esse que apenas fazia com que ela se sentisse mais frágil ainda.

A frágil luz dos seus pensamentos ia lentamente desaparecendo conforme sua fraca vontade de seguir adiante morria
Um dia, ela esperava que um golpe de misericórdia fosse dado por alguém importante
Mas um ato tão gentil como esse parece ser difícil de se encontrar hoje em dia

"Um dia você vai conseguir"

2009-02-16

Breve Sonho

De repente... tudo ficou em câmera lenta
Lentamente... o vazio preenchia os meus olhos
A luz se tornava escuridão
Aquele barulho infernal se tornava o absoluto silêncio
A vida se esvairia de minha mãos

Os pedaços daquelas memórias caiam pela praia
A doce brisa de verão soprava para longe todos os rancores daquela perturbada alma
Os passos na areia diziam que outrora foram tempos felizes
O céu começava a se tornar vermelho conforme o sol ia morrendo no horizonte.

O que foi feito para que todos os gentis carinhos se tornassem tão dolorosos?
O que foi feito para que todas as doces palavras se tornassem tão amargas?

Conforme o sol se põem no horizonte
O seu sorriso vai se fechando para algo que nunca mais se abrirá
A água do mar é quase tão salgada quanto as tuas lágrimas
Elas simplesmente não caem.

Alguém que não pode amar, não pode se ferir e não pode machucar outras pessoas, certo?

Lentamente... Toda uma vida é sugada de uma pessoa
O vermelho predomina naquela pacifica casa
O vente quente sopra levando consigo aquelas palavras que não puderam ser ditas:

“Certamente um dia você entenderá que tudo aquilo não passou de um breve sonho”

2009-01-24

Fracasso

Dentro do vazio causado pela dor de outras pessoas, aquelacoisa estava segurando a sua respiração até o ponto de que todo o mundo se tornasse esverdeado como numa tarde de quarta-feira.
Quarta-feira essa no qual aquelapessoa estava prestes a entrar e destruir toda uma vida dando algo tão quente e gentil chamado esperança
Esperança essa que se esvaiu com todos aqueles sombrios pensamentos de que na verdade, tudo não passava de desculpas para se sentir mais miserável.

Fora do vazio causado pela caridade das pessoas, aquelacoisa só conseguia entender o final daquelas palavras sem significado.
Significado esse que apenas dizia para ela pular na frente do próximo carro em velocidade razoavelmente acima do permitido, terminando assim com a sua meia vida
Vida essa que não passava de meros dias iguais e sem significados, onde o sol não brilhava lá em cima, e aonde o ar que se respirava estava impregnado daquelacoisa que chamam de solidão.

No liminar entre o vazio se encontrava aquelapessoa que prometia tirar aquelacoisa do seu lugar de desespero
Desespero esse que foi causado inteiramente pelos seus próprios demônios interiores, alimentando-se da gentileza das pessoas

A mão que lhe fora estendida num certo momento de agonia, foi subitamente fechada quando se viu que o que não pode ser vencido, não pode ser conquistado
E também não pode ser nunca desejado

"Não quero sofrer por outras pessoas"